www.100Atalhos.com  Saber mais sobre: PEDESTRIANISMO | MONTANHISMO | BTT | CANOAGEM

  DOWNLOADS  ::  LINKS

AS CAMINHADAS

As Caminhadas »»

O BTT E OS TRILHOS

O BTT e os Trilhos

OUTRAS AVENTURAS

Outras Aventuras...

SOBRE O GRUPO

O Grupo...

Site ...

» Def. como HomePage
» Adic. aos Favoritos
» Abertura: 07/02/05
 

Produzido por:

Nº de Visitas:

[ 1173884 ]

 

Caminhadas / Percursos Pedestres                                                    «« Voltar 

Percurso da Praia da Vieira (PR1 MGR)                                                     Data: 07-08-2016


www.100atalhos.com » Grupo Aventura 100atalhos Click na foto para ampliar! Click na foto para ampliar! Click na foto para ampliar!
Click na foto para ampliar! Click na foto para ampliar! Click na foto para ampliar!
Click na foto para ampliar! Click na foto para ampliar! Click na foto para ampliar!
 

TRACK GPS

MAPA

PERFIL ALTITUDES

Download

Visualizar

Visualizar

» Nº de Downloads: 268

   

 
 


Situada no seio das históricas Matas Nacionais, a Praia da Vieira destaca-se na costa ocidental portuguesa pelas suas origens muito singulares.

No extremo norte do Pinhal de Leiria, junto das margens do Lis, cresceu uma comunidade que foi historicamente moldada por circunstâncias ecológicas originais, palco da luta antiga entre a floresta e as areias fortemente batidas pelo vento.

A primeira construção a surgir neste imenso areal, na segunda metade do século XVIII, foi a “Barraca do Infantado”, nas Eirinhas, junto ao limite do arvoredo (Rua das Tercenas).

Em 1701 mudara-se o leito do rio, abrindo-se-lhe uma saída no Enleado, 200 metros a jusante do Cais Velho. Num contexto ambiental tão sensível, onde as dunas avançavam 7 a 10 metros por ano, o objetivo daquela obra, e subsequentes, visava o aproveitamento dos campos agrícolas para benefício da Fazenda do Infantado.

As especificidades do desenvolvimento local assentaram, fundamentalmente, nas tradições do trabalho: a tradição agrícola dos Campos do Lis, que remonta à ação do Rei D. Dinis no Reguengo de Ulmar, com as primeiras grandes obras de hidráulica logo em finais do século XIII; a tradição florestal, com seu amplo conjunto de ofícios e indústrias, de transportes terrestres e marítimos para a exportação de madeiras, sementes e resinas e, até, a construção naval; a tradição operária, de vidreiros, serradores e metalúrgicos; e a tradição piscatória ligada ao advento da Arte, no século XVIII, e à sua difusão pelo litoral central.

O berço de todas estas atividades exigiu, porém, o esforço de muitas vidas de trabalho árduo e de sofrimento. Muitos serradores morreram ou ficaram inutilizados debaixo das falcas.

Mais homens, ainda, naufragaram sobre as ondas, nos seus grandes barcos de mar. Muitas mulheres choraram ausências e mataram-se a trabalhar, caminhando distâncias inimagináveis, descalças e em passo apressado, para levar a sardinha viva, a saltar às gentes do interior. E muitos outros ainda, homens e mulheres, sofreram a vertigem do afastamento e da perda, forçados a abandonar a sua terra, fugindo à fome.

Ao longo do Percurso Pedonal da Praia da Vieira ficaremos a conhecer alguns dos motivos da singularidade histórica e ambiental da gesta vieirense.
Porém, além da distinta riqueza histórica e etnográfica, a Praia da Vieira possui também um elevado potencial paisagístico e turístico.

Trata-se de uma região costeira resultante da junção de três tipologias de unidades de paisagem: Mata Nacional de Leiria, troço final da bacia hidrográfica do rio Lis e ainda os vulneráveis sistemas dunares associados às praias arenosas.

Com início na margem sul do rio Lis, o Percurso Pedonal da Praia da Vieira desenvolve-se a partir de sistemas dunares, atravessa o núcleo urbano da Praia da Vieira e novamente sobre as dunas, estende-se para o interior da Mata Nacional de Leiria.

Posteriormente, o percurso sai do ambiente de pinhal e chega à margem sul do rio Lis, onde toda a envolvência é característica dos corredores ribeirinhos fluviais. Depois de atravessar a ponte da Bajanca para a margem norte do rio, o percurso desenvolve-se praticamente em linha reta até ao mar, culminando num dos sistemas dunares mais bem conservados da Praia da Vieira.

Localizada no território biogeográfico do Superdistrito Costeiro Português, a Praia da Vieira, apresenta uma transição entre as regiões biogeográficas Mediterrânica e Eurossiberina, devido à sua paleo-história e à sua posição relativamente às vias migratórias Atlântica descendente e Mediterrânica ascendente, o que lhe confere uma elevada originalidade de espécies florísticas e de comunidades vegetais. Do ponto de vista da biodiversidade e enquadramento histórico associado à Mata Nacional de Leiria, considera-se a faixa costeira onde se insere a Praia da Vieira uma região de grande riqueza florística, sendo de destacar o elevado número de endemismos e de Habitats Naturais prioritários para a conservação da Natureza na União Europeia.

Fonte: C.M. Marinha Grande

Contactos Úteis:
B.V. Marinha Grande: +351 244 575 112
B.V. Vieira de Leiria: +351 244 699 080
Centro de Saúde - Marinha Grande: +351 244 572 920
GNR - Vieira de Leiria: +351 244 698 000

 

. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .

..:: © 100atalhos.com | Webmaster: Luís Veloso ::..
Optimizado para ser visto numa resolução de 1024x768.